Caracterização da célula tronco

A célula tronco mesenquimal apresenta forma alongada e capacidade para diferenciação em osteoblastos, adipócitos, condrócitos, dentre outros. Além disso, segundo a International Society for Cellular Therapy deve apresentar elevada expressão de marcadores para células tronco e baixa expressão de marcadores para células hematopoiéticas e outros tipos celulares. A International Society for Cellular Therapy definiu que…

Rastreamento in vivo

Antes de ser implantada, para ser rastreada in vivo, a célula tronco deve ser marcada com agentes fluorescentes, radioativos ou ser extraída de animal GFP. Há vários marcadores disponíveis como Dapi, CM-DIL, Tecnécio e a Green fluorescent protein (GFP), dentre outros. O marcador ideal deve ser passado de forma ilimitada para as células filha e…

Ensaios in vitro

Os ensaios in vitro tem sido realizados para verificar a viabilidade celular, a atividade proliferativa, a atividade de síntese, a diferenciação celular e a expressão gênica. Na foto, as células tronco mesenquimais de ratos foram submetidas ao ensaio do mitotracker mitochondrion que marca as mitocôndrias.

Colonização de biomateriais

Um dos grandes desafios da ortopedia veterinária e humana é o tratamento das falhas ósseas. A produção de matrizes sintéticas a partir de biomateriais pode ser uma alternativa viável, especialmente quando combinada com as terapias celulares e com fatores de crescimento. Diferentes tipos de biomateriais podem ser utilizados para produção dessas matrizes sintéticas. Na foto…